Andando pela Inglaterra

Da Colômbia vamos direto para a terra da Rainha. A Ju, assim como eu, é colaboradora do blog Brasileiras pelo Mundo e sempre nos traz novidades da terra da realeza, apesar da distância, podem acreditar nos falamos todos os dias através do nosso chat. Sou super fã do blog pessoal dela e não teria ninguém mais adequado para fazer uma varredura nas melhores cidades inglesas a serem visitadas....Prepare o seu chá e viaje com a gente....Ju, amei!!!

Por Juliana Brandão

Hoje gostaria de agradecer o convite da Rê para escrever um pouco sobre a Inglaterra. Esse país pertencente à terra da Rainha Elizabeth II, o Reino Unido. Eu e meu marido nos mudamos para Inglaterra, mais precisamente para o coração da Inglaterra em 2014, quando ele recebeu uma proposta legal de trabalho e assim resolvemos começar nossa aventura por essa tão charmosa ilha.
Desde que nos mudamos tivemos algumas questões burocráticas pra resolver por aqui, por questões de vistos e permissões para sair que você pode ler no meu blog: Arrumei as malas e parti, caso tenha interesse. Sendo assim, ficamos meio que presos aqui e o que fazer? Cair na estrada e conhecer o que puder da ilha.

A Inglaterra é bem conhecida por sua magnífica capital, cidade cosmopolita, palco de muita história, arte, política, coroações, etc, etc, etc. Sim, Londres é fantástica e existe quase tudo que você gostaria de ver em um lugar e isso não posso negar. Porém, nunca quisemos morar em Londres pelos mais diversos motivos e fico muito feliz por nossa localização geográfica no país, pois assim tivemos oportunidade de conhecer muitas coisas legais que muitas vezes não sabemos e nem temos oportunidade por tempo de viagem curto quando cruzamos o oceano para desvendar o velho continente.
Hoje irei dar uma pincelada em alguns lugares dessa ilha tão charmosa que dá para fazer quando visitando a Inglaterra, deixando um pouco a capital de lado e respirando os ares ingleses. Irei separar em duas categorias: Verão e Qualquer época do ano vale a pena. E vale lembrar que todos os lugares listados tem trem direto de Londres, mas também vale alugar um carro e passear pelas estradas inglesas e sim, você acostuma a dirigir do outro lado.

·      Qualquer época do ano vale a pena


Foto: Arrumei as malas e parti

Warwick é uma linda cidade medieval (e onde eu resido), que tem uma média de 30 mil habitantes. É uma cidade super pequena, mas que é a capital do condado (Warwickshire). Ela conta com um castelo maravilhoso e que traz muitos turistas de todas as partes do mundo para visita-lo. É um programa que pode ser feito sozinho, com amigos e com toda a família, pois existem atividades para todas as idades, além de toda a linda vista do interior da Inglaterra e desse castelo fantástico que ainda está inteiro.
O castelo de Warwick é um castelo medieval, restaurado por William, o conquistador, no ano de 1608 e sofreu modificações desde então. O castelo é um dos exemplos de arquitetura militar do século 14. É um castelo bem imponente e que foi utilizado como ponto estratégico de guerra e como proteção de “Midland” contra rebeliões. O castelo também serviu de hospedagem para Elizabeth I, durante visitas pelo país, nos anos de 1566 e 1572. Essa beleza arquitetônica foi negligenciada por vários donos e suas famílias, foi reformado, foi abandonado, e foi comprado pelo The Tussauds Group.
Além do maravilhoso castelo, é possível ter uma maravilhosa experiência na casa de chá Thomas Oak, que é bem próxima do castelo. A pequena cidade também conta com deliciosos restaurantes italianos, espanhóis, asiáticos na rua principal, sem esquecer os famosos pubs ingleses, como o Tilted Wig (o favorito aqui de casa, boa comida, boa bebida e bom ambiente).


Foto: Arrumei as malas e parti

Ele fica em uma town chamada Kenilworth e recebe o mesmo nome da town, e pela minha pequena experiência pela Inglaterra, isso é bem frequente. Kenilworth fica no condado de Warwick (Warwickshire) e bem localizado no centro da Inglaterra, fácil de achar pelo postcode CV8 1NE. Ou seja, tem ligação com toda a terra da rainha por motorways e estradas menores. Mais ou menos, 1h30 da famosa Londres. Fácil de chegar e com estacionamento do local (pay & display).
O castelo de Kenilworth é mantido pela English Heritage, sendo uma das ruínas mais bem cuidadas que já tive o prazer de visitar em minhas andanças pela terra da rainha. Esse castelo, além de ser uma fortaleza medieval e ter muita história, também é famoso por ter sido dado para Lord Robert Dudley pela rainha Elizabeth I, tendo inclusive, um jardim feito e cuidado para a monarca, pois ela adorava passear por jardins, conversar e colocar seus pensamentos em ordem. O castelo também conta com uma exposição sobre a mudança estrutural no decorrer dos anos, e conta um pouco da história de Dudley, Elizabeth e como era a relação deles na era Elizabetana.
Depois de dar uma volta pelo castelo, dá para se deliciar no café do local que tem um capuccino delicioso. 



Foto: Arrumei as malas e parti


Essa cidade linda é a casa de William Shakespeare, onde ele nasceu, cresceu, viveu e morreu juntamente com a sua família. Sim, teve a fase em que ele morou em Londres, mas logo que possível retornou para essa linda cidade e lá terminou sua vida e história. E para chegar na cidade existem trem direto de Londres, caso haja interesse.
Stratford tem a sua arquitetura da era Elizabetana e com isso, bastante memória da era Tudor. Inclusive, existe um museu no centro da cidade que conta um pouquinho dessa história. A cidade também conta com as casas em que a família de Shakespeare morou e com a Royal Shakespeare Company.
Vale a visita pela história da cidade, a influência da Era Tudor, por suas belezas e por conhecer mais sobre esse tão importante autor para a Inglaterra e para o mundo.
Sentar na beira do rio, tomar um sorvete é algo que vale a pena. Porém, se estiver um pouco frio, troque por um café quentinho. A cidade também conta com várias opções de restaurantes e pubs para comer e/ou só beber e se divertir.

Cambridge

Foto: Arrumei as malas e parti


A maravilhosa Cambridge é super famosa por sua universidade e ela dá uma vida especial a cidade. Os campos da universidade são maravilhosos, os prédios, a arquitetura, os parques. É passeio com diversão garantida. Além de caminhar por essa maravilha da arquitetura e conhecimento, onde moraram e estudaram famosos como Charles Darwin, Isaac Newton, e o príncipe Charles, é uma delícia andar de barco pelo Rio Cam que originou o nome dessa fantástica cidade.


Foto: Arrumei as malas e parti


Outra cidade conhecida por suas universidades e vale sim a visita pelos campi da universidade. Eu amei caminhar por Oxford, uma cidade com uma arquitetura de deixar qualquer um de boca aberta e que disputa com Cambridge ser a favorita dos estudantes do mundo inteiro.
Oxford, além de história e arquitetura, também foi escolhida para ser um dos cenários dos filmes de Harry Potter. Vale a visita!


Adicionar legenda
Foto: Arrumei as malas e parti

A grande cidade da Inglaterra, conhecida por ser a casa de times famosos de futebol. Sim, é enorme, multicultural assim como Londres, mas por estar ao norte, às vezes é esquecida. Manchester vai além de futebol, tendo vários museus legais para visita, ela também conta com o Media City UK, que é a casa dos estúdios da BBC.
No Media City UK, é possível fazer visita aos estúdios, conhecer como são feitas as séries inglesas com um tour guiado (10 libras), comer em vários restaurantes renomados pela área, provar da culinária internacional que por lá é encontrada e também passear por uma área super arborizada. No final do ano também colocam uma pista de patinação. Vale a pena conhecer.


Adicionar legenda


York é uma cidadela no norte da Inglaterra e situada ao norte de Yorkshire. Seus nem 200 mil habitantes dão o charme para a cidade pequena, transformando-a em uma cidade de ‘interior’ e bem visitada por turistas do mundo todo. 
York é uma cidade com muita história e muito charme, tendo passado por muitas eras importantes. Suas civilizações contam com influências vikings, normandas, pré-histórico e romanos e todos deixaram sua marca registrada neste lindo pedaço de terra.
A majestosa catedral, York Minster, não deixa nada a desejar a nenhuma outra na Europa, sendo a segunda maior catredal gótica do norte europeu e que também foi alvo da restruturação religiosa imposta por Henrique VIII, na era Tudor. O valor para entrar e fazer um tour por essa imponente catedral é £10, e também tem visitas guiadas para contar um pouco da história.


Foto: Arrumei as malas e parti


Leeds fica a mais ou menos 1 hora de Manchester e vale passar o dia por lá. A cidade é mega limpa e organizada, levando em consideração que é considerada a 3a maior cidade da Inglaterra, é bom ver o cuidado extra que se tem com a cidade. Nessas minhas andanças pela ilha notei que quanto maior a cidade, menor o zelo, mas Leeds surpreendeu. 
Na cidade tem a maravilhosa Leeds Minster e muita coisa para fazer. É uma cidade famosa entre os universitários, por ter espaço para a paz dos parques e uma boa badalação em pubs e boates. Não é só em Londres que a noitada pode acontecer, né?

Verão


Foto: Arrumei as malas e parti


Brighton é bem perto de Londres e é bem conhecida por seu píer/parque de diversão. A cidade é uma badalação, cenário de muitas paradas gays, de muita liberdade de expressão e que é favorável do seja quem você quiser ser.  As praias são de pedra, mas a vista é linda e vale sentar numa cadeira para apreciar a vista.
Além de toda essa cultura da praia, a cidade também tem vários bons restaurantes, inclusive uma filial do queridinho Jamie Oliver.
Brighton é uma cidade da costa sul da Inglaterra, muito famosa e cheia de turistas, tendo sua formação geológica datada desde a Idade média. Com o passar dos anos e o desenvolvimento das rodovias e transportes, a cidade passou a se encher de turistas e ser conhecida como um resort para aproveitar o sol e o dia na praia. A cidade foi crescendo e prosperando e hoje em dia é, inclusive, conhecida como a “Capital Gay do Reino Unido”, sendo o principal destino de turistas na ilha e a cidade mais feliz para se viver no UK.


Foto: Arrumei as malas e parti


Cornwall é uma região fantástica da Inglaterra bem na pontinha esquerda da ilha (olhando o mapa de frente) e simplesmente vale a pena a visita na terra da esposa do Príncipe de Gales. A região de praias é fantástica e os ingleses disputam espaço em suas areias brancas durante o verão. Se você é Brasileiro, não vá esperando os 40 graus, mas dá para pegar uma cor e se deliciar nas praias da Cornualha.
Quando fui, eu fiquei hospedada em Newquay, uma cidade conhecida por suas praias, surf e boas noitadas. A cidade é cheia de pubs , boates, bons restaurantes (sempre verifico isso, sou uma foodie), muitos jovens no verão, muita sorveteria e sem esquecer que também espaço para aqueles que só querem descansar de um ano cheio de trabalho. Vale a pena.
Na cidade chamada Tintagel, você encontra as muralhas do castelo de Uther Pendragon, o pai do Rei Arthur, a caverna do mago Merlin e muita história por traz dessa famosa lenda. Essa cidade é muito famosa também por ser o cenário de Tristão e Isolda, das guerras saxônicas, o lar do escritor da lenda do Rei Arthur. E reza a lenda, que o Conde da Cornualha comprou essas terras e construiu seu castelo para crescer perante a essas histórias de guerreiros tão valentes.
St.Ives é onde fica uma praia mais própria ao banho e é cheia de turistas, famílias, crianças, cachorros. A vista é fantástica, a areia confortável e não deixa nada a desejar em nenhum lugar com praia.
Estando por essa região, não deixe de provar o sorvete que dizem ser o melhor do reino.


Foto: Arrumei as malas e parti


Essa praia maravilhosa fica no litoral sudoeste da Inglaterra, na região de Dorset e é bem famosa entre os ingleses, além de ter sido reconhecida como patrimônio da humanidade pela UNESCO. Esse cartão postal maravilhoso foi formado nos períodos Triássicos, Jurássicos e Cretáceo, fazendo com que esta região fosse conhecida como Costa Jurássica (Jurassic Coast).
Se for de trem, existem uma estação chamada Wool, que é próxima ao local e de lá pegar um ônibus, cujo destino final sejaDurdle door park entrance. Não é difícil chegar lá, inclusive é possível utilizar o postcode do camping próximo para ajudar a localizar o arco: BH20 5PU


Foto: Arrumei as malas e parti


Sim, eu sei que não é na Inglaterra, mas vale tão a pena. Eu particularmente sou apaixonada pelo País de Gales e tem muita coisa para fazer tanto em sua capital, Cardiff, quanto em todo o restante de seu lindo país.
O Brecon Beacons Park é uma reserva florestal no sul do País de Gales e é um lugar maravilhoso para um passeio pela natureza, piquenique em família e um banho de cachoeira. Simplesmente fantástico.

Espero que esses lugares inspirem um pouco mais a viajar além de Londres, e que mesmo as cidades consideradas de interior tem muita coisa para oferecer para vários públicos de turistas que visitam a ilha.
Um beijo e boa viagem a todos,

Ju 

Arrumei as malas e parti

Facebook

Mais postagens Aqui e Ali

8 comentários

  1. Amei esse post!! Uma das minhas metas é fazer esse passeio por outras cidades da Inglaterra!! Vou colocar o post nos favoritos!! :)

    ResponderExcluir
  2. Gente, que post maravilhoso e quantas fotos lindas!!! Adorei! Eu nunca fui à Inglaterra, mas morro de vontade, Londres é uma das minhas cidades sonho! E coincidência ou não, tenho uma colega que mora em Leeds, rs. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Ahhh Obrigada, lindona!
    Amei o convite!! :)

    Já até o publiquei no meu blog :)

    Beijoca

    ResponderExcluir
  4. Sem sombra de dúvidas a Inglaterra é o meu lugar no mundo. Amo de paixão, e com essas fotos e relatos, quase choro que quero voltar! Super! Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Demais o post.
    Anotando as dicas para março...rs
    Parabéns, meninas!

    ResponderExcluir
  6. Ai que delícia! Quanto lugar maravilhoso! Fiquei apaaaixonada por todos, mas morri de vontade de conhecer Stratford, terra do amado Shakespeare.
    Quando for visitar, anotarei todas as dicas da Ju! Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que delícia de post! Me senti viajando por essas cidades todas e só fez aumentar minha vontade de "me perder" pelas estradas inglesas... dirigir sem rumo pelo interior da Inglaterra e ir descobrindo todos esse lugares incríveis!

    ResponderExcluir
  8. faltou o lake district. maravilhoso!

    ResponderExcluir

Instagram